Logo One2030

PIIPEE: ALIANDO OS RECURSOS HÍDRICOS AO MUNDO DOS NEGÓCIOS

Escrito por: EBVB

Piipee One2030“Nosso propósito é mesmo o de salvar a água do planeta”, assim abriu seu discurso, Ariane Pelicioli, dona do maior case de economia de água de descarga dos últimos tempos, no Brasil, durante a segunda rodada do ONE2030.

Com o objetivo de quebrar a ideia de que para ser sustentável é preciso gastar mais, Ariane, por meio de seu produto biodegradante Piipee, mostra que é possível economizar água e também dinheiro.

Depois de mostrar ao público presente, uma plateia de quase 150 pessoas, que o vaso sanitário é um dos maiores vilões de consumo hídrico, principalmente os que possuem válvula de parede, que chegam a consumir 20 litros por acionamento, a gaúcha de Bento Gonçalvez, informou que dos 8 bilhões de litros d’água usados por ano para acionar a descarga, 80% equivalem à eliminação de urina.

Desde 2010, quando começaram realizando vários experimentos com produtos químicos, embora não fossem do ramo, ela e seu marido Ezequiel Rosa descobriram a exitosa fórmula do Piipee, que, dois anos após, passou a ser testada com uma parcela da população de sua cidade. “Em 11 dias, a economia obtida era de mais de 2 mil litros de água”, afirma Ariane, com largo sorriso de contentamento no rosto.

Ao verem que as pessoas tinham interesse pelo produto, mas que teriam de mudar um comportamento adquirido durante gerações, os sócios do Piipee se deram conta de que tinham ademais um problema cultural.

Com um investimento razoável para o setor, tanto em comunicação quanto em odor, cor e formas de venda do produto, a empresa que fabrica o Piipee, começou a deslanchar, uma vez que as pessoas estavam dispostas a mudar seus hábitos por um bem maior.

Com a crise hídrica de São Paulo, ocorrida entre 2014/2015, o produto ganhou exposição na mídia. Naquela época, segundo Ariane, porque a empresa não tinha ainda condições de produções em larga escala, calcula que sua perda em vendas chegou a cerca de R$ 1,7 milhão.

Nada que barrasse a vontade dos “super-heróis” gaúchos de salvar a água do Planeta. Atualmente, além de contar com um engenheiro químico e um aditivo biodegradável autorizado pela ANVISA, além de vários prêmios nacionais e internacionais, a companhia conta com mais de 400 clientes empresariais e uma economia de mais de 5 milhões de litros de água potável, ou seja, o suficiente para abastecer mais de 33 mil pessoas por mês.